9 de setembro de 2010

O tempo está nas tuas mãos!

Hoje na faculdade o professor comentou sobre o tempo. O TEMPO mesmo...
Tempo que passa, não aproveitamos e depois nos arrependemos. Foi uma grande lição de vida.


O tempo toma nossa paciência, nossas virtudes.
O tempo nos traz as marcas e as cicatrizes.
Nada pode nos fazer esquecer algo tão bem quanto o tempo.
Deixe que o tempo cure seu amor, e até sua ressaca, quando um outro amor ou uma outra bebedeira não ajudarem.


O tempo aguenta sua TPM como ninguém, portanto quando se encontrar em tal estado, divirta-se com os minutos. Só você e eles.


Seja pontual, um atraso pode mudar tudo. Você pode deixar de encontrar, sem querer, aquele velho amigo no meio da rua.
Ou você pode chegar tarde demais no nascimento do seu primeiro sobrinho.
Atrasos podem fazer com que você perca os momentos mais importantes da sua vida, sem que você mesmo saiba.


O tempo é o que faz a nostalgia e a saudade acontecerem pra gente.
O tempo corre quando não deve, mas deixa as lembranças como fotografias.


Quando o tempo não passa, geralmente não há nada de tão interessante acontecendo.
Ou seja, tempo bom é tempo que passa rápido!


O tempo é medido e metido à nariz empinado.
Não tá nem aí pro que a gente acha que precisa.


Não perca tempo, diga que ama, abrace, beije, mate saudades.
Corra contra o tempo pra aproveitá-lo.

Roberta Scheer
correndo atrás do tempo e do que ele puder me proporcionar.